Notícias

Chuvas fortes marcam início das operações de resgate na Tailândia

Postado às 06h02 | 10 Jul 2018

O mundo aguarda com emoção a retirada hoje dos últimos sobreviventes aprisionados em caverna da Tailândia.

No minuto - Portugal

Este era o cenário que as autoridades tailandesas receavam, colocando mais pressão ainda na missão dos mergulhadores, uma vez que continuam a chegar informações sobre a descida na percentagem de oxigénio no ar no complexo subterrâneo da Doi Nang Non, que se estende por quatro quilómetros, com água a atingir o teto em algumas secções.

No domingo também choveu bastante, mas na segunda-feira o chefe da célula de crise afirmou que tal não alterara o nível da água na gruta.

 Esta terça-feira choveu toda a madrugada e início da manhã no local onde decorrem as operações.

Saliente-se que as equipas de socorro vão tentar retirar esta terça-feira os cinco jovens que continuam bloqueados na gruta, declarou à imprensa o chefe da célula de crise.

O treinador, tudo indica, será o último a ser resgatado.

O responsável pelas operações de salvamento confirmou que as últimas quatro crianças resgatadas já estão no hospital e anunciou o propósito da missão de hoje: retirar as cinco pessoas que ainda se encontram no interior da gruta.

Até ao momento, foram retirados da gruta oito rapazes, quatro no domingo e quatro na segunda-feira, que estão "a salvo e conscientes", disse Narongsak.

Retidos no interior da gruta permanecem quatro rapazes e o treinador, de 25 anos.

O responsável agradeceu o esforço das mais de cem pessoas envolvidas na operação de salvamento.

 

Deixe sua Opinião